#Mundo

Entre 60 e 70 angolanos vivem na Coreia do Sul – diplomata

O número de angolanos residentes na Coreia do Sul situa-se entre 60 e 70, maioritariamente estudantes e cidadãos à procura de inserção no mercado de trabalho, revelou hoje o conselheiro e encarregado de negócios da embaixada de Angola naquele país asiático, Rodrigo de Sousa.

De acordo o diplomata, que falava à ANGOP à margem da cerimónia de baptismo do novo navio petroleiro ‘Sonangol Kulumbimbi’, a embaixada em Seul tem vindo a apoiar angolanos no terreno, sobretudo no tratamaento de documentação para a sua legalização e em questões de auxílio jurídico ou judiciário.

No entanto, o diplomata entende que uma visita ao mais alto nível para relançar o nível de cooperação entre Angola e Coreia seria um momento propício para o relançamento e a melhoria do nível de parceria existente entre as empresas coreanas e angolanas, naquela que é a 15.ª economia mundial e a quarta do seu continente.

O diplomata adiantou que a cooperação entre os dois países iniciou-se há 31 anos. Actualmente as principais áreas de cooperação são no sector privado, com destaque para a saúde, educação, formação técnica, assim como na área tecnológica, a par da parceria com o EximBank, nas linhas de crédito para angolana.

Marcas como a Samsung, Kia, Daewoo e outras fazem interesse a nível mundial e Angola não fica de fora, havendo importações de viaturas e outros tipos de aparelhos desse país.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Aceitar