#A nossa diáspora #Escolha do Editor #Multimedia #Podcasts

Adaldino Sapi: “O que conta não é de onde vimos, mas sim a vontade de vencer na vida”

Adaldino Sapi nasceu em Benguela há 31 anos, estudou num colégio interno no Zimbabwe e licenciou-se, em 2017, em Engenharia Química na Argélia, regressando depois a Angola, onde trabalhou na Cuca e na Cimangola.

Há cerca de dois anos, falhou a entrada na Meta – dona do Facebook -, mas decidiu aprofundar conhecimentos nas áreas do digital e informática, e fez as malas rumo a Colúmbia, EUA, onde uma irmã residia, o que facilitou a mudança. Hoje é analista de dados numa empresa de prestação de serviços que tem como clientes companhias como Microsoft, Meta, Apple ou Google.

“É um grande desafio”, afirma Adaldino, que também já foi professor em Angola, para onde pensa voltar um dia. “Quem ensina, aprende duas vezes”, diz o engenheiro, que defende que o país “precisa de jovens que saibam fazer o que é necessário”.

“Quero transmitir o que tenho aprendido”, afirma o analista de dados, filho de pais de classe média, que batalharam para melhorar as condições de vida. “Eu acredito que o que mais conta não é de onde vens, se tens ou não possibilidades, mas sim a vontade de vencer na vida”, conclui.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Aceitar