#A nossa diáspora #Destaques #Multimedia #Podcasts

Carla Santos: “Para empreendermos, temos de ter alguém próximo que acredite em nós”

Está no 3.º Ano de Direito, na Universidade Autónoma de Lisboa, para onde veio em 2020. Carla Santos é natural de Luanda e desde cedo mostrou ter uma veia de empreendedora.

Tem hoje 20 anos de idade, mas com apenas 17 criou uma página de venda de cabelos naturais, e pouco depois fez um curso de cabeleireira e outro de manicure. Em Portugal, já tem um salão.

Conciliar os estudos com o trabalho, diz, não é fácil, mas tem sido possível, e hoje já consegue suportar boa parte das suas despesas, ajudando assim os pais, que sempre foram cépticos face à escolha da filha, que queriam apenas ver a estudar.

Abriu recentemente o seu primeiro espaço, situado em Odivelas, onde trabalha com uma colaboradora. O espaço tem tido uma boa adesão da comunidade africana, mas não só, afirma.

Carla Santos ambiciona ter um grande espaço de estética, com vários serviços e uma vasta equipa, e criar um centro de formação em Luanda. Mas o sonho passa ainda por exercer advocacia em Angola e em Portugal.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Aceitar