#Capa

Nacionalista França Van-Dúnem homenageado em missa em Portugal

Lisboa- Uma missa de corpo presente em homenagem ao antigo primeiro-ministro da República de Angola, França Van-Dúnem, falecido no dia 12 de Junho, em Lisboa (Portugal), foi realizada, nesta quinta-feira, na Basílica da Estrela, na capital lusa.

Durante a missa, que contou com a presença de familiares, políticos, docentes, discentes, amigos e várias entidades, entre as quais a embaixadora de Angola em Portugal, Maria de Jesus Ferreira, foi enaltecida a figura de França Van-Dúnem pelo contributo na luta de libertação Nacional.

Numa mensagem lida em nome da família, pela antiga ministra da justiça de Portugal, Francisca Van-Dúnem, foi destacado o legado de França Van-Dúnem para as futuras gerações, afirmando que o nacionalista foi uma pessoa bastante humanista e que gostava de partilhar as suas experiências com os mais próximos.

“Angola perde um político e académico que soube exercer com brio e dedicação as suas funções”, referiu Francisca Van-Dúnem.

Durante a missa, a Universidade Católica de Angola, numa mensagem, considera-o homem com conhecimentos inigualáveis, que ao longo de vários anos emprestou o seu saber a instituição.

“França Van-Dúnem deixa um enorme legado as futuras gerações”, realça.

A política angolana Albina Assis referiu que o país perde um grande filho, um nacionalista, um intelectual, mas sobretudo um homem de Direito.

“Nós perdemos um exemplo, mas eu digo que o seu legado sirva para muitos e muitos jovens que vão ser a nossa continuidade”, acrescentou.

Por sua vez, o presidente da Associação de Estudantes Angolanos em Portugal, Ayrtom Pahula, disse que, França Van-Dúnem destacou as qualidades do político e académico que sempre procurou transmitir os seus conhecimentos aos estudantes.

“O malogrado deixa um enorme legado as futuras gerações que contribuirão para o desenvolvimento do país”, referiu.

Nascido aos 24 de Agosto de 1934, em Luanda, Fernando José de França Van-Dúnem, diplomata de carreira, foi embaixador de Angola em Portugal e na Bélgica, vice-ministro das Relações Exteriores e ministro da Justiça.

Igualmente, foi primeiro-ministro por duas vezes, entre 1991 e 1992 e de 1996 a 1999, bem como presidiu a Assembleia Nacional de 1992 a 1996.

Além de deputado, foi professor catedrático e titular na Universidade Católica de Angola.

Além fronteiras, foi entre 1982 e 1986 Embaixador e Plenipotenciário de Angola em Portugal e no Reino de Espanha, depois de ter desempenhado essas mesmas funções, entre 1979 e 1982, na Bélgica, países baixos e Comunidade Económica Europeia.

Foi vice-presidente da Unidade Africana, actualmente União Africana e membro do Parlamento Africano. Durante muito tempo, foi responsável pela sua administração em Addis Abeba.

França Van-Dúnem foi primeiro vice-presidente do Parlamento pan-Africano.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. We also share information about your use of our site with our social media, advertising and analytics partners. View more
Aceitar